Está aqui

QREN abre a porta à Internacionalização de empresas

Separadores primários

Os Sistemas de Incentivos do PO Algarve 21 anunciaram no decorrer do workshop realizado no final de Outubro na Feira Empresarial Transfronteiriça, em Vila Real de Stº António, que os primeiros concursos da nova fase do Sistema de Incentivos às Empresas do QREN, abrem em Novembro.

Durante a intervenção de Patrícia Neto Martins do Programa Operacional do Algarve, a técnica lembrou que até à data encontram-se aprovados 140 projectos de empresas e em cada cem candidaturas entradas sensivelmente metade foram aprovadas. O maior número de projectos são de qualificação de pequenas e médias empresas o que significa que estamos perante um sistema de incentivos de banda larga. 

Dos projectos empresariais aprovados, 73 são de Internacionalização que representam 6,3 milhões de euros de fundos europeus. O investimento foi maioritariamente canalizado para o marketing internacional, feiras, marcas, prospecção de novos mercados, contratação de serviços e despesas associadas a reuniões no estrangeiro. Em termos de mercados as preferências dos empresários incidiram na Europa (Reino Unido), depois África (Angola), América do Sul ( Argentina e Brasil), Magrebe (Marrocos) e a seguir a América do Norte ( Estados Unidos). Refira-se que do universo de 73 projectos, 47 são novas empresas exportadoras. A lista dos beneficiários dos projectos aprovados das empresas, está disponível aqui.

A Feira Empresarial “Baixo Guadiana no Desenvolvimento Transfronteiriço” foi uma organização conjunta da Associação de Desenvolvimento Local Odiana e da delegação do Algarve da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) e pretendeu ser “um alerta às oportunidades existentes no território”. 

O encontro realizou-se no âmbito do projecto PIDETRANS, uma iniciativa de cooperação entre o Algarve – Alentejo – Andaluzia organizada pela ANJE e Odiana, financiada pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça Portugal Espanha (POCTEP) 2007-2013 e co-financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com o apoio da União Europeia.